Começando e Continuando a Viver a Palavra de Deus



Quando estamos procurando a Deus, temos que viver para Ele. Viver para Deus e com Ele não é só conhecer, mas obedecer, seguir. Isto não é um fardo, mas direção e prazer para o homem. O salmista afirma: “Sim, os teus testemunhos são o meu prazer; eles são os meus conselheiros” Salmo 119:24.

Quanto mais lemos a Bíblia mais vemos que Deus quer nos abençoar e que o que Ele mais quer é obediência.

Ao povo de Israel, cativo no Egito e depois de passagem pelo deserto, Deus prometeu uma terra, com bênçãos completas: materiais, pessoais, sociais e espirituais. E tudo o que o povo precisava fazer era obedecer à Palavra do Senhor. Eles estavam no deserto, e tudo o que tinham que se ocupar era com a Palavra. Ouvi-la e ir colocando em prática o que estavam aprendendo. Deus os atraiu no deserto para isso mesmo. Eles ficariam ali por um tempo com este propósito e depois chegariam à promessa. Às vezes está tudo bem na nossa vida, e de repente, acontece o inesperado. Às vezes passamos por desertos para ouvir a Palavra do Senhor. Se Ele permitiu (não causou) algum deserto, em função até de coisas que nós mesmos podemos ter plantado, o propósito do Senhor será o mesmo: a Palavra. Jesus usou a Palavra no deserto (Lc 4.1-13). No deserto pode faltar tudo, menos a Palavra do Senhor.

Mas, como viver uma vida cristã? Esta vida na Palavra? Como ter a Palavra de Deus como um estilo de vida?

Nós amamos a Deus, porque Ele nos amou, e queremos estar nos Seus caminhos; mas uma hora estamos perto dEle, e outra hora oscilamos e não estamos mais em Sua direção. Um dia estamos bem com Deus, mas no outro acordamos e não andamos nos caminhos do Senhor.

OBJETIVOS!

Precisamos ter objetivos na vida cristã, para vencer. Todos os dias precisamos acordar e ter as “tarefas do dia” (todas com Jesus, não sozinhos!).

1 – Vencer a carne: o pecado. Preciso estar programado(a) para isso.
2 – Vencer o mundo: as pessoas que me arrastam para longe de Deus. Pv 3.31 (qualquer tipo de pecado é violência contra Deus).
3 – Vencer o diabo: aquele que me cerca e me quer longe de Deus, como está em 1 Pe 5.8; mas, a mesma Bíblia que me ensina isso, também diz que se eu temer a Deus, não tenho que temer ao diabo, conforme Sl 34.7!
4 – Estar em comunhão com o Senhor para vencer pela Graça, assim:
a) todos os dias entregar-me novamente a Ele.
b) re-dedicar o meu coração. Porque o dia passa e acordo outra pessoa algumas vezes; os desejos novamente vêem e eu preciso ter estas metas ao acordar e começar um novo dia.
c) Todos os dias crucificar a natureza humana e viver na Ressurreição com Cristo com vida plena, em amor (Gl 2.20). Como se faz isso? Leitura da Palavra e oração. 

A PALAVRA DE DEUS É O MEU ESTILO DE VIDA.

O que contribui para isso? O que não contribui? Para alcançar meus objetivos durante o dia eu preciso ver se o que eu faço contribui para chegar lá.
O que não contribui devo me livrar, por exemplo:
– Novelas
– Programas (buscar coisas boas na TV. Embora hoje seja difícil de encontrar, mesmo nos jornais)
– Conversas sobre a vida alheia ou que não me levam a nada, relacionamentos que não estão de acordo com a Bíblia.

O que contribui? A Palavra do Senhor, Ela própria, leia o que Ela nos trás em 2 Pe 1.3-4: “Seu divino poder nos deu tudo de que necessitamos para a vida e para a piedade, por meio do pleno conhecimento daquele que nos chamou para a sua própria glória e virtude. Dessa maneira, ele nos deu as suas grandiosas e preciosas promessas, para que por elas vocês se tornassem participantes da natureza divina e fugissem da corrupção que há no mundo, causada pela cobiça”. Podemos nos sentir seguros porque Ele mesmo providenciou que tivéssemos o necessário para que nos desviássemos do caminho do mundo, pelo Seu divino poder. E não somente isso, nos deu tudo o que precisamos para viver o estilo de vida da Palavra dEle, através do conhecimento e da Graça do Senhor. Além disso, nos deu promessas garantindo que a obediência a Ele, como foi dito anteriormente, não é um fardo, mas um caminho para bênçãos e realização humana: “Anseio pela tua salvação, SENHOR, e a tua lei é o meu prazer” (Sl 119.174).

Mesmo que passemos por desertos e provações, o que Ele promete é a vida eterna e Suas bênçãos espirituais, sociais e também as materiais, conforme o Seu propósito para cada um (não prometeu que todos seremos ricos, mas que nada nos faltará).

E para tanto Ele nos dá uma boa receita, pegue sua Bíblia e abra em 2 Pe 1.5-7 e acompanhe os comentários dos versículos abaixo:

v. 5) Acrescentar virtude, ou bondade, à fé que já temos. Olhar para o próximo, cuidar dele. Ver o que ele precisa e abrir o coração. Sermos melhores nos relacionamentos, não querer levar vantagens. A esta bondade acrescentar o conhecimento espiritual, do Senhor, da Palavra, que nos mostra que ajudamos e fazemos as coisas pela Graça de Deus e que não somos salvos por isso (a salvação é somente através do sacrifício de Jesus por nós; e a recebemos quando cremos e confessamos pela fé Rm 10.9-10).
v. 6) Acrescentar ao conhecimento o domínio próprio, pois não basta somente sabermos acerca de Deus, teremos que lidar com as situações que querem nos levar para longe dEle e precisamos para isso de temperança, auto-controle. Lembre-se que Ele providenciou o que precisamos por Seu divino poder, agimos juntos, Ele e nós, pela Graça: “Não sobreveio a vocês tentação que não fosse comum aos homens. E Deus é fiel; ele não permitirá que vocês sejam tentados além do que podem suportar. Mas, quando forem tentados, ele mesmo lhes providenciará um escape, para que o possam suportar” 1 Co 13.10. Depois disso precisamos da perseverança, para continuar firmes e sermos como Deus quer que nos tornemos: fortes na presença dEle. Adicionar a isso a piedade.
v. 7) Piedade, que é respeito pelas coisas de Deus. Pessoas piedosas não são as cabisbaixas e quietas, mas são as conscientes da reverência do homem devida a Deus, sabendo que tudo o que nos tornarmos é por meio dEle. Acrescenta-se a isso a fraternidade, ou seja: não servimos a Deus sozinhos; ajudamos, crescemos, aprendemos, escapamos do erro, temos reverência e outras coisas mais ligadas ao Criador junto com outras pessoas como nós!! Iguaizinhas! Não há melhor ou pior, um mais certo que o outro. Veja como Pedro começa esta carta em 2 Pe 1.1 “Simão Pedro, servo e apóstolo de Jesus Cristo, àqueles que, mediante a justiça de nosso Deus e Salvador Jesus Cristo, receberam conosco uma fé igualmente valiosa”; Pedro escreve para iguais. Todos somos pecadores alcançados por Deus para sermos agora pessoas melhores por Sua Graça. E para encerrar, a tudo isso descrito é para acrescentar o amor. Nada adiantaria se não fosse por amor. Jesus foi entregue por nós por amor (Jo 3.16). Assim, tudo o que entregamos a Ele (nossos erros, pecados, dúvidas e afins) também é por amor. Abrimos mão de uma vida que desagrada a Deus para abraçar a vida verdadeira, e NÃO UMA RELIGIÃO VAZIA, mas para ter um encontro com o Amor: “Assim conhecemos o amor que Deus tem por nós e confiamos nesse amor. Deus é amor. Todo aquele que permanece no amor permanece em Deus, e Deus nele” 1 Jo 4.16.

Concluindo, 2 Pe 1.8-11 diz que se tivermos estas qualidades em nós pela Graça de Deus, temos a garantia que falamos no início, de podermos viver a Palavra como um estilo de vida; seremos ativos, produtivos no amor, realizados, plenos, sem a maldade do coração humano (para Deus isso é possível). 

Diz, ainda, que quem não tem essas qualidades está cego e esquece-se de Jesus Cristo e da salvação que providenciou para nós. Mas creio que não é o caso de quem lê este texto, senão não estaria lendo; mas serve de advertência para que não esqueçamos dEle. 

Por fim, somos encorajados por esta Palavra a buscar o chamado de Deus para nossas vidas, Sua vontade para nós. Afirma que não tropeçaremos ao caminhar e que teremos rica provisão no Seu reino, em tudo o que precisarmos para a vida. É só praticar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

Site no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: